CIRURGIA
REFRATIVA

CIRURGIA
DA CATARATA

CIRURGIA
DE RETINA

CIRURGIA
DO GLAUCOMA

CIRURGIA
DA CÓRNEA

CIRURGIA
OCULOPLÁSTICA

O IOFV

O IOFV – Instituto de Olhos Fernando Ventura possui mais de 40 anos de experiência em atender olho no olho. Com uma equipe médica dedicada, somos referência em todas as especialidades da oftalmologia e fazemos parte do polo médico de Pernambuco. Tradição, tecnologia e paixão por cuidar bem da visão é o que nos move.

Estamos no Recife e em Olinda, com a mais alta tecnologia e estrutura para consultas, diagnósticos, tratamentos, exames e cirurgias. Somos também o mais completo Centro de Referência Zeiss da América Latina. Conheça nossa história:

EQUIPE

O IOFV – Instituto de Olhos Fernando Ventura é referência em
atendimento, infraestrutura e tecnologia para consultas, diagnósticos,
tratamentos, exames e cirurgias oftalmológicas no espaço mais estratégico
do Recife: o polo médico do Derby.

Dr. Fernando Ventura

Com 40 anos de experiência, o Dr. Fernando Ventura é referência quando o assunto é oftalmologia. Especialista em glaucoma e catarata, ele está à frente do IOFV junto aos filhos Alexandre e Catarina. Empresta o nome ao instituto uma que tem como principal motivação um atendimento humanizado, olho no olho, apoiado em tecnologias de ponta para o melhor tratamento da sua visão.

Dr. Alexandre Ventura

Especialista em retina, catarata e uveítes, o Dr. Alexandre é referência na oftalmologia no Estado, sendo constantemente convidado para congressos nacionais e internacionais na área. É também vice presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV).

Dra. Catarina Ventura

Com 12 anos de atuação como oftalmologista, a Drª Catarina Ventura e é especialista nas áreas de córnea, cirurgia refrativa e lentes de contato. Formada pela Universidade de Pernambuco (UPE) em 2004, fez residência na Fundação Altino Ventura e possui diversas especializações – (USP, Santa Casa e Unifesp), sempre acompanhando pesquisas sobre inovações tecnológicas a serviço da visão.

Dr. Carlos Gustavo

Especialista em plástica ocular, vias lacrimais e órbita, o oftalmologista Dr. Carlos Gustavo Gonçalves possui formação pela Universidade Federal de Pernambuco e especializações pela Fundação Altino Ventura, Unifesp e USP Ribeirão Preto.

Dra. Ana Catarina Medeiros

Dra. Ana Raquel holanda

Dr. André Araújo

Dra. Kátia Dantas

Dr. Leandro Araújo

Dra. Lilian Bastos

Dra. Mirela Charifker

Dra. Viviane Bandeira

Especialidades

O termo “catarata” é dado para qualquer tipo de perda de transparência do cristalino, lente situada atrás da íris, seja ela congênita ou adquirida, independente de causar ou não prejuízos à visão. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, acometendo principalmente a população idosa.

No IOFV, são especialistas em Catarata o Dr. Fernando Ventura e o Dr. Alexandre Ventura

A retina é uma camada fina de tecido nervoso sensível à luz localizada no interior do olho. É o tecido que transforma luz em estímulo nervoso e o envia ao cérebro. Pode ser comparado a um filme numa câmera fotográfica analógica. O vítreo é um material gelatinoso que preenche quase todo o espaço intraocular.
No IOFV, o especialista em retina e vítreo é o Dr. Alexandre Ventura.

Seja por questões de saúde ou de estética, a plástica ocular oferece procedimentos seguros ao paciente, seja por cirurgias (como blefaroplastia ou de retratação) como também por procedimentos menos invasivos. Em alguns casos, faz-se uso da toxina botulínica (Botox) para procedimentos na região dos olhos, com o intuito, também, de resgatar a jovialidade do rosto.
No IOFV, são especialistas em plástica ocular e oftalmologia estética o Dr. Carlos Gustavo Gonçalves e a Drª. Ana Catarina Medeiros.

Esta especialidade avalia doenças que acometem tanto o continente quanto o conteúdo orbitário, como a doença de Graves, doenças inflamatórias específicas ou inespecíficas, tumores, malformações vasculares, traumas e infecções.

 

Esta especialidade avalia doenças que afetam o sistema de drenagem da lágrima pelo olho, causando obstrução e indica o tratamento mais adequado para cada quadro, de acordo com o diagnóstico.
 

Considerada a principal causa de cegueira irreversível no mundo, o glaucoma é uma doença ocular caracterizada por alteração do nervo óptico que leva a um dano irreversível das fibras nervosas e, consequentemente, perda de campo visual. Essa lesão pode ser causada por um aumento da pressão ocular ou uma alteração do fluxo sanguíneo na cabeça do nervo óptico. Trata-se de uma doença silenciosa, assintomática, que não tem cura. Por isso a importância de ser diagnóstica ainda no início.
No IOFV, o especialista em glaucoma é o Dr. Fernando Ventura.
 

Uveíte é uma inflamação da parte dos olhos que acomete o trato uveal, que é composto por: íris (estrutura que dá cor aos olhos), corpo ciliar e coroide (composto basicamente por vasos sanguíneos).
No IOFV, o especialista em uveítes é o Dr. Alexandre Ventura.
 

Trata-se de uma camada transparente localizada na parte externa do olho. Além da função de proteção, a córnea funciona como uma barreira contra a sujeira e outras partículas, sendo responsável pela formação do foco da visão na retina. Doenças ou danos à córnea podem causar dor, lacrimejamento e diminuição considerável da acuidade visual.
 

As doenças oculares externas são aquelas que acometem a conjuntiva, a córnea, a esclera ou mais de um desses tecidos. Muito frequentes, muitas vezes suas repercussões clínicas fazem parte de doenças sistêmicas. As causas podem ser autoimunes, genéticas, degenerativas, neoplásicas ou atribuídas a agentes microbiológicos.

Cirurgias refrativas são os procedimentos cirúrgicos que visam a mudança da refração dos olhos e consequente correção dos vícios de refração (miopia, hipermetropia e astigmatismo).
 

O transplante de córnea é um procedimento cirúrgico no qual a córnea doente ou danificada é substituída por outra córnea de um dador, na sua totalidade (ceratoplastia penetrante) ou parte dela (ceratoplastia lamelar).
A córnea é a superfície transparente, em forma de cúpula do olho que é responsável por uma grande parte do poder de focagem. A córnea transparente saudável é essencial para uma boa visão. Se esta se encontrar lesada devido a doença ocular ou lesão no olho, pode ficar edemaciada, com cicatrizes ou severamente deformada e, desta forma, distorcer a visão.
 

Acompanhamento essencial para recém-nascidos que vai além do teste do olhinho e deve ser feito em todo o desenvolvimento da criança, com avaliações próprias para a faixa etária.
No IOFV, a especialista em oftalmologia pediátrica é a Drª. Kátia Dantas.
 

Trata-se de um comprometimento da função visual que impossibilita a visão em certas atividades rotineiras, mesmo após tratamento e ou correção de miopia ou hipermetropia, ou de uso de óculos, lentes de contato ou implante de lentes intraoculares.
 

Trata-se de um comprometimento da função visual que impossibilita a visão em certas atividades rotineiras, mesmo após tratamento e ou correção de miopia ou hipermetropia, ou de uso de óculos, lentes de contato ou implante de lentes intraoculares.
No IOFV, a especialista em estrabismo é a Drª. Kátia Dantas.
 

Esta especialidade estuda manifestações oculares relacionadas a doenças do sistema nervoso central. Diversas doenças neurológicas podem se manifestar através de sinais e sintomas oftalmológicos, desde uma perda ou embaçamento visual até mesmo a presença de visão dupla.
 

Tratamento de tumores originados primariamente no globo ocular ou anexos (conjuntiva, pálpebras, glândulas), assim como dos efeitos oculares associados à existência e ou o tratamento de tumores não oculares.
 

O termo “catarata” é dado para qualquer tipo de perda de transparência do cristalino, lente situada atrás da íris, seja ela congênita ou adquirida, independente de causar ou não prejuízos à visão. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, acometendo principalmente a população idosa.
No IOFV, são especialistas em Catarata o Dr. Fernando Ventura e o Dr. Alexandre Ventura

A retina é uma camada fina de tecido nervoso sensível à luz localizada no interior do olho. É o tecido que transforma luz em estímulo nervoso e o envia ao cérebro. Pode ser comparado a um filme numa câmera fotográfica analógica. O vítreo é um material gelatinoso que preenche quase todo o espaço intraocular.
No IOFV, o especialista em retina e vítreo é o Dr. Alexandre Ventura.

Seja por questões de saúde ou de estética, a plástica ocular oferece procedimentos seguros ao paciente, seja por cirurgias (como blefaroplastia ou de retratação) como também por procedimentos menos invasivos. Em alguns casos, faz-se uso da toxina botulínica (Botox) para procedimentos na região dos olhos, com o intuito, também, de resgatar a jovialidade do rosto.
No IOFV, são especialistas em plástica ocular e oftalmologia estética o Dr. Carlos Gustavo Gonçalves e a Drª. Ana Catarina Medeiros.

Esta especialidade avalia doenças que acometem tanto o continente quanto o conteúdo orbitário, como a doença de Graves, doenças inflamatórias específicas ou inespecíficas, tumores, malformações vasculares, traumas e infecções.

Esta especialidade avalia doenças que afetam o sistema de drenagem da lágrima pelo olho, causando obstrução e indica o tratamento mais adequado para cada quadro, de acordo com o diagnóstico.

Considerada a principal causa de cegueira irreversível no mundo, o glaucoma é uma doença ocular caracterizada por alteração do nervo óptico que leva a um dano irreversível das fibras nervosas e, consequentemente, perda de campo visual. Essa lesão pode ser causada por um aumento da pressão ocular ou uma alteração do fluxo sanguíneo na cabeça do nervo óptico. Trata-se de uma doença silenciosa, assintomática, que não tem cura. Por isso a importância de ser diagnóstica ainda no início.
No IOFV, o especialista em glaucoma é o Dr. Fernando Ventura.

Uveíte é uma inflamação da parte dos olhos que acomete o trato uveal, que é composto por: íris (estrutura que dá cor aos olhos), corpo ciliar e coroide (composto basicamente por vasos sanguíneos).
No IOFV, o especialista em uveítes é o Dr. Alexandre Ventura.

Trata-se de uma camada transparente localizada na parte externa do olho. Além da função de proteção, a córnea funciona como uma barreira contra a sujeira e outras partículas, sendo responsável pela formação do foco da visão na retina. Doenças ou danos à córnea podem causar dor, lacrimejamento e diminuição considerável da acuidade visual.

As doenças oculares externas são aquelas que acometem a conjuntiva, a córnea, a esclera ou mais de um desses tecidos. Muito frequentes, muitas vezes suas repercussões clínicas fazem parte de doenças sistêmicas. As causas podem ser autoimunes, genéticas, degenerativas, neoplásicas ou atribuídas a agentes microbiológicos.

Cirurgias refrativas são os procedimentos cirúrgicos que visam a mudança da refração dos olhos e consequente correção dos vícios de refração (miopia, hipermetropia e astigmatismo).

O transplante de córnea é um procedimento cirúrgico no qual a córnea doente ou danificada é substituída por outra córnea de um dador, na sua totalidade (ceratoplastia penetrante) ou parte dela (ceratoplastia lamelar).
A córnea é a superfície transparente, em forma de cúpula do olho que é responsável por uma grande parte do poder de focagem. A córnea transparente saudável é essencial para uma boa visão. Se esta se encontrar lesada devido a doença ocular ou lesão no olho, pode ficar edemaciada, com cicatrizes ou severamente deformada e, desta forma, distorcer a visão.

Acompanhamento essencial para recém-nascidos que vai além do teste do olhinho e deve ser feito em todo o desenvolvimento da criança, com avaliações próprias para a faixa etária.
No IOFV, a especialista em oftalmologia pediátrica é a Drª. Kátia Dantas.
 

Trata-se de um comprometimento da função visual que impossibilita a visão em certas atividades rotineiras, mesmo após tratamento e ou correção de miopia ou hipermetropia, ou de uso de óculos, lentes de contato ou implante de lentes intraoculares.

Trata-se de um comprometimento da função visual que impossibilita a visão em certas atividades rotineiras, mesmo após tratamento e ou correção de miopia ou hipermetropia, ou de uso de óculos, lentes de contato ou implante de lentes intraoculares.
No IOFV, a especialista em estrabismo é a Drª. Kátia Dantas.
 

Esta especialidade estuda manifestações oculares relacionadas a doenças do sistema nervoso central. Diversas doenças neurológicas podem se manifestar através de sinais e sintomas oftalmológicos, desde uma perda ou embaçamento visual até mesmo a presença de visão dupla.

Tratamento de tumores originados primariamente no globo ocular ou anexos (conjuntiva, pálpebras, glândulas), assim como dos efeitos oculares associados à existência e ou o tratamento de tumores não oculares.
 

Unidades

Todas as especialidades da oftalmologia, você encontra no IOFV. Consultas, diagnósticos, tratamentos, exames e cirurgias, em cinco endereços: Derby, Olinda, Casa Forte, Boa Viagem e Piedade. Além do novo atendimento de Urgência 24 Horas no Derby.
Escolha o IOFV mais perto de você.

Convênios

Notícias

  • All Post
  • Uncategorized
Mais Notícias

Fim das Notícias

IOFV – Instituto de Olhos Fernando Ventura © 2022 – Todos os direitos reservados – Política de Privacidade
IOFV – 021.145.158/0001-20 | CEVIPE – 13.436.962/0001-30
Desenvolvido por Sale Marketing