Alongamento de cílios: alerta sobre possíveis problemas

Cresce cada vez mais nos estabelecimentos de estética a procura por alongamento dos cílios. O objetivo é dar mais volume e comprimento, sem a necessidade do uso de rímel. Se visualmente o prolongamento dá uma “nova cara” para as mulheres, para a saúde dos olhos é preciso ter muito cuidado.
Há duas formas para a realização do procedimento: através de colagem ou de colírios. De acordo com a oftalmologista Catarina Ventura, do Instituto de Olhos Fernando Ventura, cada um pode trazer problemas para os olhos e com sintomas específicos.

O alongamento de cílios através da colagem é quando fios sintéticos são inseridos sobre os naturais. O processo dura entre um e dois meses, e deve ser repetido constantemente caso a pessoa tenha o desejo de manter o efeito. A manutenção deve ser realizada em 30 dias. Já com o uso de colírios, é utilizado o líquido para tratamento de glaucoma. O “efeito colateral” comum da utilização do produto é o crescimento dos pelos.

Em caso de alguma alteração nos olhos após o procedimento de alongamento de cílios, o oftalmologista deve ser procurado imediatamente. Se não for possível, Catarina Ventura sugere que a região ocular seja bem lavada com sabão neutro e água em abundância e compressas com soro fisiológico.

telefones

Redes Sociais

Contato

    IOFV – Instituto de Olhos Fernando Ventura © 2022 – Todos os direitos reservados – Política de Privacidade
    IOFV – 021.145.158/0001-20 | CEVIPE – 13.436.962/0001-30
    Desenvolvido por Sale Marketing